Ban

quinta-feira, 26 de novembro de 2009

tucuruí






Eletronorte repassará R$ 24 milhões
a expropriados da região de Tucuruí





O deputado Gualberto Neto (DEM), acompanhado do deputado João Salame (PPS) e do representante do MAB (Movimento dos Atingidos por Barragens), Roquevan Alves Silva, se reuniu, em Brasília, com o diretor da Eletronorte, Adhemar Palocci. O objetivo da reunião foi saber o que está sendo feito pela estatal de energia elétrica, ao longo dos anos, no estado do Pará, em especial nos municípios atingidos pela construção da hidrelétrica de Tucuruí.



Ficaram acertados vários pontos que estavam pendentes entre a estatal, prefeituras municipais e movimentos sociais, entre os quais a destinação de R$ 24 milhões a seis cooperativas de expropriados pela hidrelétrica de Tucuruí. Ficou acertado, também, que acontecerão audiências públicas com esses cooperados, para discutir como vão ser aplicados esses recursos.



A Eletronorte se comprometeu a começar a distribuir, a partir de janeiro de 2010, patrulhas mecanizadas e óleo diesel para as prefeituras que foram atingidas pela construção da hidrelétrica. A estatal também vai retomar os projetos do parque aquícola e da estação de alevinos, que envolvem os municípios de Breu Branco, Novo Repartimento e Tucuruí.



TUCURUÍ – O município vai ganhar um centro de oncologia e um centro de hemodiálise, que serão construídos no hospital regional, pela Eletronorte. A estatal garantiu, ainda, que a Estação de Tratamento de Água, uma reivindicação antiga, vai ser construída. Na área da educação, os bairros da Nova Matinha e do Getat ganharão escolas de ensino fundamental e médio.




(Fonte: Ascom/deputado Gualberto Neto)



Nenhum comentário: