Ban

quarta-feira, 18 de novembro de 2009

trânsito



AL vai debater violência no trânsito


A Assembléia Legislativa do Pará realiza, nesta quinta-feira (19), às 15 horas, audiência pública sobre a violência no trânsito e todo o sofrimento que ela ocasiona.



Segundo informações enviadas pela Assessoria de Comunicação do deputado estadual Carlos Bordalo (PT), a violência no trânsito mata 1,3 milhão de pessoas por ano, além de ferir e incapacitar mais de 50 milhões.



No Brasil, a estimativa é de 50 mil mortes a cada ano.



Também no aspecto puramente econômico, os prejuízos causados pelos acidentes de trânsito são simplesmente assustadores: 100 bilhões de dólares/ano, apenas nos países em desenvolvimento.



No Brasil, segundo cálculos do IPEA, tais prejuízos atingem quase R$ 30 bilhões de reais por ano.



Uma montanha de dinheiro que, se pudesse ser usada para semear a vida, certamente que garantiria um futuro melhor a milhões de crianças, jovens e adolescentes, esses, em geral, as principais vítimas dessa tragédia.



A audiência pública da AL marca a passagem do Dia Mundial em Memória das Vítimas de Trânsito.



Ela acontecerá no auditório João Batista.



A AL fica na Rua do Aveiro, 130, no bairro da Cidade Velha.



Mais informações no endereço
www.blogdobordalo.com.



Minhas congratulações ao deputado, até por já ter sido vítima de um grave acidente de trânsito.


3 comentários:

Anônimo disse...

ANÔNIMO X INDIGNADO
Esse problema do trânsito é uma bandalheira só. Antigamente quando o trânsito era controlado pelo antigo Batran (Batalhão de Trânsito) até que as coisas eram melhores, se respeitava mais as regras. Depois que municipalizaram avacalhou geral. Para piorar esses fiscais atuais são extremamente vulneráveis, os PMs do trânsito antes, davam serviço armados, o que ajudava a combater criminosos inclusive e impunha respeito aos motoras mal educados com os policiais, agora...

No interior do Estado a avacalhação é total. Ninguém respeita ninguém, é como se as cidades não tivessem governantes (prefeitos) tudo uma bagunça generalizada. Qualquer debilóide pode dirigir motos e carros (muitos roubados), colocando em risco a vida de muitos “cidadãos”. Eu mesmo já desisti de renovar a licença da minha moto, primeiro pelo preço que pra mim é um roubo, mais de 450,00 reais por uma moto 125, ano 2000, não dá mesmo. Quando prenderem minha moto não vou reclamar podem levar... Se o governo ajeitar as coisas pagarei de novo o licenciamento anual. ESSA PORRA DE PARÁ ESTÁ TODO AVACALHADO MESMO SEUS INCOMPETENTES!!!!!!!!

Anônimo disse...

"ESSA PORRA DE PARÁ ESTÁ TODO AVACALHADO MESMO SEUS INCOMPETENTES!!!!!!!!"

Seu anônimo imbecil,Volta prá tua Ilharga Maranhense seu Babaca...

Isso aqui meu é o Pulmão do Brasil. Aqui é o coração da Patria amada mãe gentil. Recebe qualquer camarada que ela Pariu!!! .
Até um babaca que a xinga como Tu.

Anônimo disse...

Tu és muito preconceituoso. Olha só, Tu colocas Cidadãos entre aspas ,como só tu tivesse o direito de usar esse adjetivo.