Ban

quinta-feira, 19 de novembro de 2009

No blog da Franssinete Florenzano:


"Não Vale

Sob o beneplácito e estímulo de Lula, a Vale investirá quase US$ 4 bilhões na exploração de potássio das reservas argentinas. É o maior investimento de uma empresa brasileira na Argentina, equivalente a mais da metade dos US$ 7 bilhões investidos por companhias brasileiras no país nos últimos seis anos. O chamado projeto Rio Colorado, na província de Mendoza, começará em 2010 e deve entrar em produção a partir de 2013. Incluído no plano estratégico da Vale e parcialmente financiado pelo BNDES, prevê instalações para extração de 2,4 mil toneladas de cloreto de potássio, construção de um ramal ferroviário de 350 km, instalações portuárias e uma usina termelétrica.

Por que é que o presidente não incentiva a Vale a investir essa dinheirama aqui no Pará, de onde mineradora tira seus lucros estratosféricos e se lixa para a carência de investimentos que poderiam alavancar recursos para setores com necessidades prementes, como a saúde e a educação, por exemplo?

É hora de nossos representantes na Alepa, nas Câmaras Municipais, Câmara Federal e no Senado, além da governadora Ana Júlia Carepa, botarem a boca no mundo contra essa distorção que prejudica o Pará.

O minério que sustenta a Vale é nosso.

Não vale essa postura desprezível da empresa contra nossa população, que precisa - e muito - do dinheiro gerado pelos recursos naturais paraenses.

Verticalização da produção aqui no Pará já!"

(http://www.uruatapera.com/blog/blog.asp )

Um comentário:

Franssinete Florenzano disse...

Oi, Ana Célia. Muito obrigada por repercutir o post. Este é um assunto da maior gravidade e que, estranhamente, ninguém abre a boca para comentar. Abraços e bom fim de semana.