Ban

sábado, 10 de outubro de 2009

Tabajara



CALOTE, SIGILO, MST E
ELEIÇÃO NO "JOGO ABERTO"



O impasse continua: os auditores fiscais do município de Belém não aceitam ter de abrir mão do trabalho que sempre realizaram e para o qual foram admitidos por intermédio de concurso público, em favor da empresa paranaense Henrichs & Henrichs Advogados Associados.

O prefeito Duciomar Costa alega que os auditores não teriam treinamento necessário para fiscalizar instituições financeiras, inclusive as empresas de leasing. Esse seria o motivo de ele ter autorizado a contratação da empresa privada de Curitiba.

A presidente da Associação dos Auditores Fiscais, Ana Lídia Corrêa, é a entrevistada do programa "Jogo Aberto" deste sábado, de 2 às 4 da tarde, pela Rádio Tabajara FM 106.1. Ela vai explicar os prejuízos que a PMB terá com a contratação e a entrega do sigilo fiscal dos contribuintes a uma empresa privada.

O calote dos empresários de ônibus, que produzirá um rombo de R$ 86 milhões nos cofres da prefeitura de Belém é outro assunto polêmico do programa.

O jornalista Carlos Mendes, produtor e apresentador do programa, esteve na Câmara Municipal e constatou a autêntica farra que foi a votação do projeto que perdoou a dívida dos donos de ônibus.

Outros temas que serão abordados: surto de malária na região do Marajó, a CPI do MST e a antecipação da campanha eleitoral de 2010 por vários candidatos, burlando a lei eleitoral.

O programa poderá ser acessado, além do rádio e do celular, pelo endereço www.radiotabajara.com.br


2 comentários:

Anônimo disse...

Por que voce abandou o Vic?

Ana Célia Pinheiro disse...

Oi, anônimo das 6:26, obrigada pela participação. Não abandonei o Vic. Nos separamos, seguimos caminhos diferentes porque é melhor assim. Temos muitas diferenças, até de rítmo biológico. Mas, tenha certeza, o Vic vai continuar fazendo um blog bacana, porque é um excelente repórter de política, muito bem informado por sinal. Volte sempre. Abs, Ana Célia