Ban

segunda-feira, 19 de outubro de 2009

Nasce Selvagem!



Um hino a todos nós!




Faz tempo que tento publicar isso aqui.


Por duas vezes, já publiquei a letra.


Mas, letra sem a música fica uma coisa esquisita.


Não traz a alma, que é, afinal, uma grande “conjuminação”.


Hoje, encontrei-a – cantada, gritada, saboreada, o hino que é!


Um hino à liberdade. Um hino à capacidade de todo ser humano de caminhar com as próprias pernas.


À capacidade de se imperar – sim, por que não?


Gosto dessa música quase tanto quanto daquela música da abertura de Hair.


Porralouquice? Anarquismo?


Sei lá!...


Eis que desconheço quantas palavras existem a tentar traduzir essa ânsia de liberdade que há em nós - em todos nós!...


E que supera a tudo: velhice, juventude, feiúra, beleza, pobreza, riqueza – e, quem sabe, até à vida e à morte, como as conhecemos.


É a ânsia de não se deixar ficar pelo meio do caminho.


E de não ser apenas o que esperam de nós, inclusive nós mesmos.


É o que nos impulsiona. E, talvez, o que nos diferencie de todos os bilhões, trilhões de formas de vida deste Planeta.


Mais que a consciência de si, a capacidade de querer-se além!...


A possibilidade de desconstruir-se e reconstruir-se permanentemente.


Acima da manada, da simples manada - que gente não é bicho para viver em manadas!


Bicho é bicho, gente é gente. E ponto.


Vou deixar pra vocês, então, essa preciosidade, de coração pra coração.


E me perdoem se, novamente, apesar de tantas juras, dei de andar ausente.


É que não consigo me ver como prisioneira nem mesmo da blogosfera.


Meu coração vaga pelo mundo.


Por tudo o que existe e que possa existir pelo mundo.


E eu prefiro mil vezes esse barco enlouquecido, algo que desconsolado e, como naquele poema do Fernando Pessoa, tão piedoso de si, do que todos os portos deste mundo, por mais seguros e exatos e sublimes que me pareçam.


Porque o porto será apenas um.


Mas, os mares, esses serão tantos e tão imensos (e tão intensos!...) quanto os meus olhos e a minha alma puderem alcançar!...


Com vocês, um hino. Um hino a todos nós, os seres humanos.


Com vocês, “Nasce Selvagem”!...



Um comentário:

tecnomelody.com disse...

Olá Ana,
Sou dono do site Tecnomelody Downloads, http://www.tecnomelody.com/ , e gostaria muito de parceria de links com o seu site, tenho média de 3 mil visitas por dia. Favor entrar em contato pelo email albertomasters@gmail.com