Ban

sábado, 24 de outubro de 2009

lembrete

Ah, como eu queria ser gentil!...


Estava aqui a escrever a terceira matéria sobre o tabuleiro de 2010, mas, fui dar um rolê pela blogosfera.


E, de repente, fiquei com uma vontade danada de ser igual a algumas pessoas. Tipo, feminina e gentil...


Não, sem brincadeira: admiro o estilo classudo dessas pessoas, essa coisa extremamente light e diet.


São pessoas que não descem do salto, nunca perdem a compostura.


Têm, em suma, um gênio danado de bom.


Mesmo diante de canalhas, de chantagistas, de escroques.


Mesmo diante de palhaços que falam tanto em honra e que, ao fim e ao cabo, não têm honra alguma.


E vocês sabem por que é que eu admiro tanto as pessoas light e diet?

Por que EU não tenho a paciência delas!

Pelo contrário: sou ruim, ruim, ruim – MÁ, até a última gota de sangue!...

Quer dizer: sou boa, boa, boa... - enquanto não cutuquem demasiado o meu pé, né mermo?

Porque, a partir daí, manos, incorporo a Maria Igarapé - e não deixo cabeça sobre pescoço.

Neste meu coração ruim, duro que nem pedra, tenho pra mim que a gente tem de dar a César o que é de César, né mermo?

Quer dizer: uma dose cavalar desse mesmíssimo veneno que destilam, pra que compreendam o quanto dói, afinal, essa coisa de “gracinhas”...

Então, rezo todo santo dia pra que Deus me faça light e diet.

E, mais que isso: pra que não haja doido que se imagine mais doido do que eu!...

E olhem, xentes: engoli a primeira; estou aqui a tentar digerir a segunda, visse?

Na terceira, vou sair cuspindo bala.

E, atenção: não bato de leve, “só pra tirar gracinha”.

Em suma, não fico só com FRESCURA!

Quando bato, é logo pra arrebentar.

É pro sujeito nunca mais querer levantar nem a cara do chão!



FUUUUUIIIIIIIIIII!!!!!!!

2 comentários:

Anônimo disse...

Isso é para o Vic?

Anônimo disse...

Ei perereca, quem é ta te pagando pra bater no Vic? É o Orly? O Jatene?
Quem é? Fala, vai.