Ban

sábado, 29 de agosto de 2009

Ana Júlia, logo mais, no Jogo Aberto





A governadora Ana Júlia Carepa fala à Rádio Tabajara FM 106.1, neste sábado, de 2 às 4 da tarde, durante o programa "Jogo Aberto", produzido e apresentado pelo jornalista Carlos Mendes e com participação do também jornalista Francisco Sidou.



O assunto é a eleição de 2010. Com exclusividade, Ana Júlia diz como andam as articulações visando reelegê-la e quem subirá em seu palanque. Ela também aborda a disputa de duas cadeiras no Senado e faz críticas aos três senadores que hoje representam o Pará.



O programa também vai falar do fenômeno bullyng - crianças ameaçadas, espancadas e que vivem em constante estado de terror nas mãos de colegas dentro das escolas- e pedofilia, com o senador Magno Malta.



E a campanha do programa continua: cadê o prefeito Duciomar Costa? Por onde anda? O que faz? Por Belém, já se sabe, nada ele anda fazendo.



O "Jogo Aberto" pode ser ouvido, além do rádio e do celular, pela Internet, no endereço www.radiotabajara.com.br

3 comentários:

Anônimo disse...

NOTA AOS SERVIDORES DO JUDICIÁRIO DO ESTADO DO PARÁ

No dia 12/07/2009 a Presidência do TJE encaminhou à Assembléia Legislativa do Estado do Pará, em caráter de urgência, o Projeto de Lei nº 167/2009, que se aprovado, em parte, causará sérios prejuízos às conquistas do nosso Plano de Cargos, Carreira e Remuneração, o conhecido PCCR.
Veja o que mudaria com o Projeto de Lei:

1. Pela proposta contida no art. 4º, os cargos de Assessoria (CJS2) de 21 Varas não seriam mais preenchidos obrigatoriamente por Analistas Judiciários pertencentes ao quadro do TJE, fato que já havia de maneira similar e em caráter de urgência, ocorrido com aprovação da Lei Estadual nº 7.258/09, sendo que para os desembargadores.
2. O art. 9º vai mais adiante, quando retira do percentual obrigatório de 50% na ocupação dos cargos comissionados pelos servidores os Cargos da Escola Superior da Magistratura. Ou seja, permitindo que todos os cargos comissionados daquele órgão sejam ocupados por pessoas não pertencentes ao quadro de servidores efetivos.
3. Por fim, o art. 10, na contramão dos contingenciamentos orçamentários financeiros tão disseminados pela gestão do TJE, transforma o Cargo de Coordenador de Controle Interno em Secretário de Estado do Poder Judiciário.
Vale ressaltar que, apesar das medidas contraditórias, o Projeto avança quando pelo art. 5º amplia para 50% a gratificação de risco de vida para os Cargos de Oficiais de Justiça e Auxiliares de Segurança (Guardas Judiciários).

O Sindicato dos Funcionários do Poder Judiciário – SINDIJU, na qualidade de representante desta categoria, não recuará um centímetro no seu compromisso em defesa das garantias asseguradas em Lei e vem informar seus associados e aos servidores em geral da grave ameaça que paira no supracitado Projeto de Lei.

Anônimo disse...

Seria possível postar fora dos comentários pela importância do assunto para os policiais e bombeiros militares, e claro para a seguraça pública?

PELA APROVAÇÃO DA PEC 300
A situação de melhoria da segurança pública passa indiscutivelmente pela valorização do homem, do profissional de segurança. Por isso, pedimos apoio à aprovação da PEC 300, em tramitação na Câmara dos Deputados, que tem por finalidade criar um piso salarial nacional aos Policiais e Bombeiros Militares.
Com 5 minutos de seu tempo, você pode ajudar nesta causa, que trará melhores condições salariais e vida digna a milhares de policiais e bombeiros militares, o que refletirá na prestação dos serviços de segurança pública.
Acesse o site http://www.abaixoassinado.org/abaixoassinados/3863 e assine o documento em favor da aprovação da PEC 300.
Mais informações aqui http://www.pec300.com/index.html
Repassem esse email aos seus amigos e parentes. Cobrem o apoio do seu Deputado e Senador!

Juntem-se a nós nessa luta!

Anônimo disse...

BLOG DO HIROSHI BOGÉA
http://hiroshibogea.blogspot.com


Terça-feira, Setembro 01, 2009
Curva sinuosa

Chovem comentários no blog com acusações contra servidores chefes das regionais da Setran, no Sul do Pará e Abaetetuba.

Walter Peixoto, recentemente feito refém dos índios Kaiapó, segundo alguns, pura encenação do acusado, estaria sendo acusado pelo Ministério Público de fraudes em licitações para recuperação de estradas na região.

Um dos comentaristas sustenta que Peixoto, em Conceição do Araguaia, é conhecido pela prática de “inúmeros casos de abuso sexual e pedofilia praticada”, inclusive tendo como vítima uma deficiente mental supostamente por ele violentada.

Em Abaetetuba, o chefe do núcleo local da Setran estaria assediando uma estagiária, “usando a posição de chefe como forma de pressão”, sob pena de retirar o emprego da candidata.

O poster acaba de enviar e-mail à Assessoria de Imprensa da Setran solicitando esclarecimentos à respeitos das acusações.

--------------------

atualização, em 3/09 - 09:10

Já estamos no terceiro dia do email enviado. Até agora a assessoria de imprensa da Setran não respondeu à solicitaçao de esclarecimentos.

Postado por Hiroshi Bogéa em 15:11
MARCADORES: ASSÉDIO SEXUAL, SETRAN