Ban

terça-feira, 24 de junho de 2008

parauapebas

Wanterlor versus Darci



É bem possível que até depois de amanhã, sexta-feira, o PT de Parauapebas fume o cachimbo da paz. Pelo menos foi isso o que me garantiu, ontem, o vereador Wanterlor Bandeira, que derrotou o prefeito Darci Lermen nas prévias partidárias, para a escolha do candidato a prefeito da cidade, nas eleições de outubro.


Como não estava comendo ninguém e passava pelo município, decidi lançar mais um olhar de peixe morto para aquele negão bacanão. Sabem como é: sou acionista nata e majoritária da Perobal SA.


De sorte que tivemos uma prosa bacana, que só não postei ontem mesmo porque a internet deu pau e ando enlouquecida de trabalho.


Tranqüilo, mas firme, Wanterlor fez muitas críticas ao PT local. Mas deixou a porta entreaberta a conversações, que, segundo ele, caminham a passos largos para um consenso.


Wanterlor me disse que o Diretório Municipal anulou o encontro que o Darci tentou realizar, para reverter as prévias, e que o partido perdeu todos os prazos estatutários. De sorte que, agora, para mudar o cenário (ele não disse, mas deixou no ar) só através de uma saída negociada.


Contou que a direção local do PT havia concentrado poderes em torno de Milton Zimmerman, que até já pediu afastamento temporário do partido depois do temporal advindo das prévias.


Considera que a saída de Zimmerman já foi um avanço para o PT, trabalha, agora, para unir o partido e tem consciência de que Darci é o melhor candidato para ganhar a eleição.


Mas quer, ao menos, discutir os rumos partidários e a gestão municipal, para que se possa retomar a linha programática do PT. E considera prioritário, por exemplo, que uma secretaria como a de Obras, que tem um orçamento de R$ 80 milhões, volte às mãos da legenda, em vez de permanecer com o PSDC, que nem vereador possui.


Wanterlor confirmou que teve o apoio, nas prévias, das lideranças locais da Unidade na Luta e do PT pra Valer, as duas correntes majoritárias do partido, no estado. Mas informou que pertence à Articulação de Esquerda, tendência mais próxima da antiga Força Socialista.


Disse que Darci já aceitou discutir as propostas dos vencedores das prévias, inclusive a possibilidade de uma chapa pura ou a manutenção do atual vice-prefeito, pastor Moisés, do PSC. Mas os principais pontos em debate são mesmo o PT e a gestão municipal.


No entanto, com as discussões já em andamento, tudo caminha para que o partido marche unido nestas eleições – “isso, é claro, se o Darci não recuar”.


Segundo ele, os ânimos, que andavam bem acirrados, acabaram arrefecendo, anteontem, com a chegada a Parauapebas de pessoas ligadas aos deputados Bernadete Ten Caten e Zé Geraldo (do PT Pra Valer).


Wanterlor observou que está brigando com duas máquinas poderosas, a da Prefeitura e a do Estado, além de pesar contra ele o fato de ter saído e retornado ao PT.


Por isso, me pareceu que nunca teve ilusões de manter a vitória das prévias. Até porque disse: “A novidade em tudo isso é o PT resgatar o debate, a democracia interna, que, nestes três anos, foram completamente esquecidos”.


Wanterlor não acredita em intervenção no Diretório Municipal e garante que há boas chances de recomposição, até esta sexta-feira.


Mas, para isso é preciso que Darci apresente um plano de gestão que vá ao encontro da linha programática do PT e que o partido esteja mais bem representado no próximo governo.


Hoje, disse ele, o PT detém a Educação, o Meio Ambiente, as Finanças e a Secretaria de Gabinete, o que dá mais ou menos um terço do governo. Mas a maior parte do orçamento está nas mãos de outras legendas: PDT, PSDC, PPS, PP.


Ele confirmou que não será candidato a vereador e disse que, “se não for candidato a prefeito” pretende, mesmo, é “voltar para dentro do partido”.


Pergunto se quer a presidência da municipal. Ele insiste: “pretendo ir pra dentro do partido”.


E eu saí de lá com a impressão de que aquele negão bacanão está é jogando para o futuro: quer é ser candidato a prefeito em 2012, para suceder ou o Darci ou a Bel – quer dizer, qualquer que seja o vencedor desta eleição...

5 comentários:

Anônimo disse...

Minha Cara Ana;
Muito obrigado, Foi exatamente isso que falei.
Parabens.
Um grande beijo
Wanterlor Bandeira

Juvencio de Arruda disse...

rsrs...mas hein?
Bjs, Ana Célia.

renatinho disse...

É lamentável que o vereador em quem tanto apostamos seja apenas, MAIS UM brigando apenas por dinheiro, ou seja, o orçamento da Secretaria de Obras, que está nas mãos de João Fontana.
"Ideologia, eu quero uma para viver..."
KKKKKKKKKKKKK
Virou piada, vereador. A máscara caiu.

Charles Alcantara disse...

Querida Ana Célia,
Jamais teci comentários em blog´s, mas o faço - pela primeira vez - para dizer-lhe o quanto a admiro, por sua inteligência, franqueza e desprendimento.
Pena que fazes pouco caso dos que te admiram e te conferem audiência, pois vives a nos privar de tuas reflexões.
Um grande abraço,
Charles Alcantara

Anônimo disse...

I always inspired by you, your thoughts and way of thinking, again, appreciate for this nice post.

- Norman