Ban

quinta-feira, 17 de abril de 2008

Boa Noite!

Tchau!



Queridinhos:



Novamente, vou dar um tempo no blog.

Adorei essas rasantes urubu-veropesísticas!...

Mas, preciso arranjar o leite das crianças...

Bom tê-los aqui, novamente!...

O cafofo é de vocês; sintam-se em casa!...

E se houver outro maremoto, ulha que avorto!...

E avorto com uma gana danada de...retribuir!...

Principalmente, a paciência bacana de vocês!...



Do Fundo Do Nosso Quintal



Mais um pouco e vai clarear
(Vai clarear!...)
Nos encontraremos outra vez!...
(Mais uma vez!...)
Com certeza nada apagará
(Nada apagará!...)
Esse brilho de vocês!
(De vocês, de vocês!...)

O carinho dedicado a nós
Derramamos pela nossa voz
Cantando a alegria de não estarmos sós!


(Boa noite, boa noite!..)


Pra quem se encontrou no amor!
(Boa noite, boa noite!...)
Pra quem não desencantou!
(Boa noite, boa noite!...)
Pra quem veio só sambar!...
(Boa noite, boa noite!...)
Pra quem diz no pé e na palma da mão!
(Boa noite, boa noite!...)


Pra quem só sentiu saudade, afinal...
Obrigado do fundo do nosso quintal!...

(Jorge Aragão)

Nenhum comentário: