Ban

terça-feira, 25 de dezembro de 2007

Jonas

No ventre da baleia!



Este é o último post deste ano – se conseguir escrevê-lo.


É introspectivo, como a Perereca tem sido. Quer gostem ou não.


Mais que informação, adoro reflexão.


Adoro o pensamento que se volta sobre si mesmo e pergunta: que pensas, afinal?


Adoro as mentes que se deixam possuir pelo Infinito...


Pela impossibilidade de sermos. Pela “circunstância” que é o Ser.


Sei que, às vezes, avôo tão alto que é difícil de alcançar.


Por isso, tenho procurado tornar este blog saboreável, digamos assim.


Sem mais perguntas acerca dessa máxima filosófica: que é isto que é?


Tenho buscado corresponder-me, comunicar-me.


E assim vou sonhando os sonhos de todos vocês.


Tento ser parte da manada; estar com ela, mesmo quando se faça o abismo.


Tenho, em suma, tentando comportar-me.


Para ser aceita, sem mais indagações...


E eu só desejo, neste último post, é que estejamos juntos em 2008.


Eu tentando compreender vocês. E vocês a tentar compreender a mim...


Beijinhos, queridinhos!


E aí vai a minha última canção de 2007!


A última e permanente revolução da Perereca!



Vossa Excelência



Estão nas mangas
Dos Senhores Ministros
Nas capas
Dos Senhores Magistrados
Nas golas
Dos Senhores Deputados
Nos fundilhos
Dos Senhores Vereadores
Nas perucas
Dos Senhores Senadores...

Senhores! Senhores! Senhores!
Minha Senhora!
Senhores! Senhores!

Filha da Puta! Bandido!
Corrupto! Ladrão! Senhores!
Filha da Puta! Bandido!
Senhores! Corrupto! Ladrão!...

Sorrindo para a câmera
Sem saber que estamos vendo
Chorando que dá pena
Quando sabem que estão em cena
Sorrindo para as câmeras
Sem saber que são filmados
Um dia o sol ainda vai nascer
Quadrado!...

Estão nas mangas
Dos Senhores Ministros
Nas capas
Dos Senhores Magistrados
Nas golas
Dos Senhores Deputados
Nos fundilhos
Dos Senhores Vereadores
Nas perucas
Dos Senhores Senadores...

Senhores! Senhores! Senhores!
Minha Senhora!
Bandido! Corrupto
Senhores! Senhores!

Filha da Puta! Bandido!
Corrupto! Ladrão! Senhores!
Filha da Puta! Bandido!
Corrupto! Ladrão!...

-"Isso não prova nada
Sob pressão da opinião pública
É que não haveremos
De tomar nenhuma decisão
Vamos esperar que tudo caia
No esquecimento
Aí então!
Faça-se a justiça!"

Sorrindo para a câmera
Sem saber que estamos vendo
Chorando que dá pena
Quando sabem que estão em cena
Sorrindo para as câmeras
Sem saber que são filmados
Um dia o sol ainda vai nascer
Quadrado!...

-"Estamos preparando
Vossas acomodações
Excelência!"

Filha da Puta!
Bandido! Senhores!
Corrupto! Ladrão!

Filha da Puta!
Bandido! Corrupto! Ladrão!

Filha da Puta!
Bandido! Corrupto! Ladrão!

Filha da Puta!
Bandido! Corrupto! Ladrão!...

(P. Miklos, T. Bellotto, C.Gavin)

Nenhum comentário: