Ban

domingo, 10 de setembro de 2006


Festa no meu Apê (I)


_Aleluia! Aleluia! Hare Krishna!
_Cumadizinha, sinto lhe informar, mas você errou de endereço: o hospício é mais pra lá!
_Ô comadre, você não tava dormindo?
_Na-na-ni-na-não! São três da manhã! Eu estava a sua espera!
_Puuuuxa!... Mas assim perdeu a graça!
_Pois não é, cumadizinha? Meu lema agora é: se você não pode derrotar seus doidos cativos, una-se a eles!
_Ainda bem que você mora bem do lado do hospício, né, comadre?
_É... Dá pra te internar mais fácil, animal!
_Credo, comadre! Égua do mau humor! Mas, como diria o lorde Tirésias, eu “truci” a solução pros seus problemas!
_UM ESCRAVO SEXUAL?!!!
_Não, melhor... Muito melhor...
_DEZ?!!!
_Não. Eu “truci” Ele em pessoa!
_Quem já?
_Sua Santidade Reverendíssima, o Inri de Indaial!
_Pronto...Só falta soarem as trombetas...
_Piuíííííííí. Piuííííííííííííí
_Que diabo é isso, animal?
_A minha cornetinha, ué! É que não tinha clarim. Aí comprei essa daqui, de ‘prástico’, lá no arraial.
_Ai, meu Jesus Cristo crucificado!...
_Errr... Ao seu disporrr, minha senhorra!
_Eu mereço, eu mereço!...
_ Comadre, o seu Inri precisa de um grande favor do seu blog: Ele quer deixar a história Dele para a posteridade!
_Errr... Me desculparrr, minha senhorra. Mas eu apreciarrr muito a sua Perrerreca. Porrr isso rrresolvi lhe pedirrr um grrande favorrr: escrreva a minha biogrrafia!
_Eu sentirrr...Quer dizer, eu sinto muito, seu Inri! Fico lisonjeada com a sua lembrança, mas, infelizmente, já me comprometi com outro doido... Quer dizer, eu já me comprometi com o Barão!
_Pois, então, comadre! Fica tudo em casa, ué!
_Pera lá, caramba! Isso daqui ta virando a Casa Transitória!
_A trransitorriedade da vida, minha senhorra, é obrra de meu Pai. Parra que os homens comprreendam que há coisas mais imporrtantes na vida. De que adiantarrr ao Homem ganharr o mundo inteirro e perrderrr a prróprria alma?
_Ele não engasga com isso, não?
_Não, comadre! O seu Inri é um autêntico nazi-brasileirro!
_Ei, você aí! Quer parar de tentar pescar o peixinho do meu aquário? Deixa ele em paz, caramba! Mas quem, diabos, é esse sujeito?
_Ô comadre! Não ta reconhecendo? É o Barão!
_De cabeça raspada e túnica branca?
_Pois não é? O ômi virou Hare Hare!
_Hare Krishna, minha senhora! Hare Krishna!
_Mas é a cara de um, focinho do outro!
_Batman e Robin, comadre! Batman e Robin...
_Mas, então, Robin.. Quer dizer, Barão. Há quanto tempo, não é?
_Muitas luas, minha senhora, muitas luas!...
_E esse seu, como direi, new look, é... interessantíssimo...
_Estou me preparando para o deserto, minha senhora! Estou me preparando para um novo e extraordinário deserto!
_É impressão minha ou ele ta mais bilé?
_É o incenso, comadre!... O ômi tá cheirando muito incenso...
_Mas, então, Barão. Até hoje estou à espera das fitas que o senhor ficou de me mandar, para eu escrever a sua biografia...
_Já desisti de tudo isso, minha senhora. Abdiquei de toda e qualquer vaidade! Tudo no mundo é ilusão! Há tempo de plantar e tempo de colher. E eu, agora, estou me preparando, espiritualmente, para colher tudo o que plantei!
_Você tem razão, cumadizinha, é incenso do bom!...
_Pois não é, comadre, eu já até encomendei...
_E quem é esse que ta entrando aí? Não é o lorde Balloon?
_Pois não é? Eu esqueci de lhe avisar, comadre: convidei ele também...
_Mas o que é isso? Virou festa no meu apê, agora?
_Ô comadre, você precisa relaxarrr. Precisa manter a mente aberta, ué!
_E eu que pensei que fosse só a Perereca!...
_.....
_Mas que diabos é isso? Por que o lorde só abre os braços e não fala nada?
_Ô comadre, ele só fala através dos outros, ué?
_Como assim?
_Ele assopra nos ‘zuvidus’, comadre!
_E depois a doida sou eu!...
_É mais gostoso botar! É mais gostoso botar! É mais gostoso botar!
_Ué, não é a Barbie Princesa?
_Em Spa e osso, comadre, em Spa e osso...
_Ô cumadizinha, você devia ter me avisado que eu tinha encomendado um caviar...
_Pelo amor de Deus, comadre, nem fale em comida perto dela, que ela começa a vomitar...
_Égua, olha lá o Jujuba! Lindo, tesão, bonito e gostosão!
_Assossegue o facho, comadre!
_Posso não, cumadizinha. O Jujuba é must!
_Também vai virar Hare!
_Não brinque!
_Depois desse estágio básico no PeFeLê, o que é que a gente podia esperar, né, comadre?
_Tadinho do Jujuba! Vou dar pra ele uns três milhões de comprimidos de amoxicilina!
_Credo, comadre, assim você ‘amata’ o homem!

(continua)

Nenhum comentário: